Por uma Reforma Tributária Responsável

Atualmente, os segmentos representados pela Febrac empregam em torno de 1,8 milhão trabalhadores e reúne cerca de 42,5 mil empresas.

“Nossa maior preocupação em relação à reforma é o aumento da carga tributária. O setor de serviços não suportará essa elevação que, caso aconteça, poderá causar muito desemprego”, afirmou o presidente da Febrac, Renato Fortuna Campos.

A relação é direta: o aumento dos tributos levará a uma elevação dos custos, o que deverá refletir na redução significativa da contratação de serviços e, consequentemente, deverá acarretar em demissões no setor.

“Defendemos amplo debate para que a sociedade brasileira não seja atropelada por decisões precipitadas. Afinal, não se conhece, até o momento, qual é, de fato, a proposta de reforma tributária” ressalta o presidente da Febrac.

Visit Us On InstagramVisit Us On FacebookVisit Us On Linkedin