CCT 2020: reajuste será de 4,48% para BH e parte do interior de Minas

Trabalhadores do segmento de Asseio e Conservação de Belo Horizonte e de parte do interior de Minas Gerais terão reajuste salarial de 4,48%, a partir de 1º de janeiro de 2020. As negociações coletivas foram concluídas nesta segunda-feira, dia 20 de janeiro de 2020, entre o Sindicato das Empresas de Asseio e Conservação do Estado de Minas Gerais (Seac-MG), o Sindicato dos Trabalhadores (Sindeac) e a Federação dos Empregados em Turismo e Hospitalidade de Minas Gerais (Fethemg).

 

O percentual corresponde à variação acumulada do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), apurado em 2019. Segundo informou o presidente do Seac-MG, Renato Fortuna Campos, todas as cláusulas econômicas serão reajustadas em 4,48%, exceto o ticket alimentação, que será reajustado em 4%. O Programa de Assistência Familiar (PAF) será corrigido em 4,48%. Nas negociações coletivas para 2020, foram mantidas as demais cláusulas da CCT 2019.

 

O Seac-MG já fechou as CCTs com dois dos principais sindicatos representativos da categoria profissional na Região Metropolitana de Belo Horizonte e interior. Os sindicatos profissionais começaram a enviar as pautas reivindicatórias a partir da segunda quinzena de outubro/2019.

 

O Sindicato continua com o processo de negociação coletiva com outras entidades sindicais representativas dos trabalhadores em Minas Gerais. “A partir de agora, acredito que as negociações serão agilizadas, porque a CCT do Sindeac e Fethemg é base para os outros instrumentos normativos”, destacou o Renato Fortuna.

 

O Sindicato irá informar os números de registro para consulta das Convenções Coletivas de Trabalho (CCT) assim que forem homologadas pelo Ministério do Trabalho.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social/Sonia Zuim

 

Visit Us On InstagramVisit Us On FacebookVisit Us On Linkedin