CCT 2016: empresários já têm contraproposta aos trabalhadores

Durante Assembleia Geral Extraordinária (AGE), realizada nessa terça-feira (03/11), pelo Sindicato das Empresas de Asseio e Conservação do Estado de Minas Gerais (Seac-MG), em Belo Horizonte, a Comissão de Negociação Coletiva e empresários elaboraram contraproposta à pauta de Reivindicações 2016, apresentada pelo Sindicato dos Trabalhadores (Sindeac), Federação dos Empregados em Turismo e Hospitalidade do Estado de Minas Gerais (Fethemg) e Sindicato dos Rodoviários de Belo Horizonte.

De acordo com o presidente do Seac-MG, Renato Fortuna Campos, o Sindicato vai submeter a contraproposta à comissão de negociação do Sindeac e Fethemg, com reunião que deve acontecer na próxima semana. “A contraproposta resgata um compromisso da nossa Gestão, que é a redução das multas previstas na CCT. O momento é de cautela quanto ao índice de reajuste salarial, porque as empresas passam por dificuldades financeiras e não será fácil repassá-lo para os contratantes”, destacou o presidente.

A primeira AGE realizada no dia 22 de outubro, decidiu pela total rejeição da pauta de reivindicações apresentada pelo Sindeac e Fethemg, principais sindicatos da categoria no Estado, que servem como referência para as outras entidades que fecham as convenções coletivas com o Seac-MG. Nessa AGE, foi deliberada a composição da Comissão de Negociação Coletiva, composta pelos conselheiros e presidente do Seac-MG, com participação aberta para os empresários.

 

Para facilitar as discussões, o Seac-MG definiu o cronograma de reuniões no primeiro semestre deste ano, e promove estudos comparativos para subsidiar a base de negociação da CCT 2016. A expectativa é fechar a CCT 2016 com pelo menos um mês de antecedência à data base da categoria, fixada em janeiro. “É um compromisso que estamos cumprindo a praticamente, seis anos”, destacou Renato Fortuna.

 

AGEs iniciais

Além da AGE de continuidade, foram também realizadas as AGEs iniciais visando a celebração das Convenções Coletivas de Trabalho (CCT) dos seguintes sindicatos: SETHAC/NM (Montes Claros), SINDIBOMBEIROS; SINETHSL (São Lourenço); Sindi-Asseio; SECHOBARES (Curvelo); Sinttel e SETHOP (Ouro Preto).

 

Até o momento, o Seac-MG já recebeu 11 pautas de reivindicações, que são imediatamente, enviadas às empresas associadas e não associadas, pelo Departamento de Campanhas Salariais, para que possam analisar e enviar sugestões. Anualmente, o Seac-MG celebra 70 CCts com sindicatos profissionais de Asseio e Conservação e com categorias diferenciadas, como rodoviários, telefonistas e digitadores.

 Mais informações sobre as negociações coletivas no site:

http://novo.seacmg.com.br/depto-campanhas-salariais

 

Visit Us On InstagramVisit Us On FacebookVisit Us On Linkedin