Conselheiros avaliam participação no programa Parceiros da Natureza

A 7ª Ação Nacional Febrac/Seac – Limpeza Ambiental foi um dos temas da reunião do Conselho de Administração do Seac-MG, realizada no dia 23 de setembro, em Belo Horizonte. Também participaram do encontro representantes da Fundação Zoo-botânica (FZB-BH), que apresentaram o programa Parceiros da Natureza, uma iniciativa da Prefeitura de Belo Horizonte.  

Na avaliação dos conselheiros e representantes da FZB-BH, a 7ª ação superou as expectativas em público, organização e participação. Para o presidente do Seac-MG, Renato Fortuna Campos, a cada ano, o sindicato vem consolidando parcerias, com empresas, fornecedores e setor público. “Realizamos essa ação há sete anos, o que tem sido um caminho de aproximação com o setor público, abrindo novas parcerias e, principalmente, uma oportunidade de atuar em projetos de responsabilidade socioambiental”.

Assim como nas outras edições, neste ano, o sindicato mineiro priorizou a educação ambiental, tendo como protagonista a criança e a família. A 7ª Ação envolveu mais de 120 voluntários e cerca de 200 crianças nas oficinas de reciclagem e de plantio de mudas, realizadas no Jardim Botânico da Fundação Zoo-Botânica de Belo Horizonte.

O diretor do Jardim Botânico da FZB-BH, Odilberto Bezerra, e a assessora de Comunicação, Ana Carolina Ribeiro, apresentaram o programa Parceiros da Natureza, destacando a sua importância para a preservação do patrimônio da Fundação, que tem reconhecimento internacional pelas pesquisas desenvolvidas, sendo referência nas áreas de botânica aplicada e fitossanitarismo. A Fundação recebe, mensalmente, mais de 110 mil visitantes.

O programa Parceiros da Natureza é uma iniciativa da Prefeitura de Belo Horizonte, que tem como objetivo contribuir com a conservação da natureza e manutenção do patrimônio da Fundação. Conhecidos como agentes da natureza, os parceiros poderão adotar um dos inúmeros atrativos do Zoo, como o Aquário Temático da Bacia do Rio São Francisco, o maior aquário de água doce do mundo, o Borboletário, o primeiro da América do Sul aberto à visitação pública, dentre outros.

O conselheiro Walter Ferreira, diretor da associada Conserbrás, reforçou a importância da adoção de práticas socioambientais, lembrando que há 10 anos a empresa adotou a Praça Santa Helena, no bairro Caixeta, em Patos de Minas (MG), onde foi realizada a 7ª Ação. Da mesma forma, o conselheiro Lucas Campanha, diretor da associada Metódica, incentivou a participação do Seac-MG no programa Parceiros da Natureza, destacando que além de exercer seu papel social, o sindicato vai dar visibilidade ao trabalho das empresas que representa. “Vamos avaliar o programa e de que forma podemos reunir novos parceiros para viabilizar nossa participação”, concluiu o presidente do Seac-MG.

Visit Us On InstagramVisit Us On FacebookVisit Us On Linkedin